Itabuna passa a contar com uma nova estrutura especializada que terá a finalidade de proteger o patrimônio ambiental do município. Trata-se do Grupamento Ostensivo de Proteção Ambiental (GOPA), da Guarda Civil Municipal, vinculada à Secretaria Municipal de Segurança e Ordem Pública (Sesop). O lançamento do GOPA será no próximo domingo, dia 28, no Parque de Exposições Antônio Setenta, durante a Exposição Feira de Negócios de Itabuna (Expefenita). A titular da Sesop, Mariana Alcântara, explica que a unidade deverá atuar nas ações de prevenção e repressão contra crimes e infrações ambientais.

Segundo ela, o grupo especializado vai dar suporte, inclusive, aos trabalhos dos agentes de fiscalização da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente (Seagrima). “O GOPA surge numa fase muito importante do município, quando práticas ambientalmente corretas estão sendo incentivadas pela Administração municipal”, comenta.

“O prefeito Augusto Castro sentiu essa necessidade e buscamos colocar essa estrutura em prática por meio da Guarda Civil Municipal. Para isso, fizemos parcerias para treinar nossa equipe, inclusive com a Prefeitura de Salvador e o 4º Grupamento de Bombeiros Militares de Itabuna”. O Decreto Municipal de nº 14.727, de 29 de outubro de 2021, estabelece que entre as atribuições do GOPA está o patrulhamento preventivo e ostensivo visando priorizar áreas de vegetação nativa e urbana, bem como coibir e minimizar os índices de poluição industrial e sonora.

Também prevê atuar em ações de desmatamento e na identificação de animais em situação de cativeiro sem a autorização do órgão competente, além de combater atos ilícitos de maus-tratos aos animais domésticos e silvestres. Ainda cabe ao GOPA, participar das atividades da Defesa Civil na ocorrência de calamidades públicas e grandes sinistros. Também caberá aos memokokbros do Grupamento Ambiental convidar autoridades e órgãos como a Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA)), a depender da circunstância, para ações de fiscalização e apreensão de produtos e instrumentos utilizados na infração de natureza administrativa e criminal.

O subcomandante da Guarda Civil Municipal, Inácio Pereira Nascimento, lembra que também competirá aos membros do GOPA conduzir à delegacia especializada, pessoas surpreendidas na prática de crimes ambientais. “Nossa equipe foi devidamente treinada e estará a postos para atender a comunidade podendo ser assinada pelo contato será o 153 ou WhatsApp 99813-9506”, informa. (Ascom/PMI)

Um homem sofreu uma tentativa de homicídio quando tentava apartar uma briga entre a mãe e o padrasto. O caso ocorreu na tarde desta terça-feira (26) em Luís Eduardo Magalhães, no Extremo Oeste.
De acordo com o Blog do Braga, Antônio Robson da Silva Alexandrino, de 35 anos, foi vítima de dois golpes de facão do padrasto. O acusado brigava com a mãe da vítima em uma casa situada na rua Três, no bairro Mimoso 3. Após ser atingido, o homem saiu da residência e pediu socorro. Uma ambulância do Samu prestou atendimento antes e o levou até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade.

Não há informações sobre o desfecho da confusão que envolveu a mãe da vítima e o padrasto.

 

Um homem acusado de atacar a ex-companheira com diversos golpes de facão na cidade de Vera Cruz, foi preso neste domingo (17), na cidade de Santo Antônio de Jesus, onde estava escondido. A mulher vítima da tentativa de feminicídio segue internada no Hospital Geral do Estado (HGE). 

De acordo com o titular da 24ª DT, delegado William Achan, a mulher só não foi morta porque uma familiar impediu a ação. “Ele só não matou a vítima porque a irmã dela conseguiu socorrê-la, ele ainda ameaçou de cortar a cabeça dela. Foi solicitado apoio a Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam/Brotas), que procedeu oitivas no hospital, assim solicitamos o mandado de prisão que foi deferido”, explicou. 

As informações divulgadas pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA) revelam que o homem foi localizado na casa da mãe no bairro Urbis 2, em Santo Antônio de Jesus, e foi encaminhado para a delegacia onde segue à disposição do Poder Judiciário. (BN)

Melina Esteves, patroa flagrada em agressões contra a babá das filhas, estaria em transtorno psicológico. Quem declarou isso foi o novo advogado da idosa. De acordo com Marcelo Cunha, que assumiu a defesa da mulher há quatro dias, a cliente dele tem diagnóstico de transtorno bordeline – caracterizado por mudanças rápidas de humor – e quando cometeu as agressões, a mulher não tomava as medicações previstas. Cunha declarou também que Esteves tem pavio "curtíssimo", e reage de forma muito intensa, como se fosse "o fim do mundo".

À TV Bahia, o defensor disse que a violência praticada teria sido fruto da "proteção materna", uma vez que, segundo ele, a babá teria agredido uma das trigêmeas, filhas da acusada. Marcelo Cunha declarou ainda que Melina Esteves já teve episódios anteriores como outras babás que também teriam agredido as crianças.

Em relação aos vídeos que mostram a agressão cometida pela mulher, o delegado considerou que os casos são de lesão corporal e não de espancamento. Melina Esteves foi apontada como autora de espancamentos de uma babá, Raiana Ribeiro.

A funcionária para se proteger da mulher chegou a pular do terceiro andar do prédio no bairro do Imbuí. Melina Esteves é investigada por violência doméstica contra outras 11 ex-funcionárias. (Com info do Bahia Notícias)

O procurador da República Sidney Madruga foi nomeado pelo presidente Jair Bolsonaro para o cargo de conselheiro do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O procurador tentou encerrar uma investigação contra o filho do presidente, senador Flávio Bolsonaro, em 2019, sem fazer diligências. As informações são do site Metrópoles.

A nomeação foi publicada na última terça-feira (20), após o Senado Federal aprovar o nome de Madruga, indicado pelo procurador-geral da República (PGR) Augusto Aras. Segundo o colunista, o procurador ocupará a vaga do Ministério Público da União (MPU) no CNJ e tomará posse no próximo dia 3 de agosto.

Madruga, que já atuou na Procuradoria Regional Eleitoral da Bahia, tentou arquivar um inquérito de falsidade ideológica eleitoral contra Flávio Bolsonaro feito em sua declaração de bens à Justiça Eleitoral. O arquivamento foi vetado pela 2ª Câmara Criminal de Revisão do Ministério Público Federal (MPF). (Com info do Bahia Noticias)

A Polícia Federal instaurou inquérito para investigar suspeita de prevaricação de Jair Bolsonaro na negociação do governo para a compra da vacina Covaxin.

A apuração tem origem nas afirmações do deputado federal Luis Miranda (DEM-DF), que diz ter avisado o presidente sobre irregularidades nas tratativas e as pressões que seu irmão, servidor do Ministério da Saúde, teria sofrido. A prevaricação é um tipo criminal em que o agente público deixa de agir ou retarda a ação para satisfazer interesses pessoais.

No caso do presidente, a apuração vai buscar saber se ele foi de fato informado e se tomou medidas. A investigação foi solicitada pela PGR após a ministra do STF Rosa Weber cobrar manifestação da Procuradoria sobre a notícia-crime apresentada ao Supremo por três senadores. Na PF, o caso será conduzido pelo Sinq (Serviço de Inquérito) da Diretoria de Investigação e Combate ao Crime Organizado, setor que cuida de apurações que envolvem pessoas com foro.

 

 
Após 20 dias de uma megaoperação, com mais de 270 policiais, Lázaro Barbosa, de 32 anos, foi morto nesta segunda-feira (28), em Goiás. A informação da morte foi repassada pelo repórter Roberto Cabrine da Record, que está na região acompanhando o caso. A polícia chegou ao criminoso, após ele ter procurado a sogra para tentar encontrar a mulher. A informação divulgada inicialmente pelo governador Ronaldo Caiado, seria de que o bandido teria sido preso. Condenado por assassinatos e estupros, o fugitivo da Justiça era procurado por uma série de crimes na Bahia e em Goiás. Ele também é acusado da morte de quatro pessoas de uma família em Ceilândia, no Distrito Federal, e de um caseiro de uma fazenda no distrito de Girassol, em Goiás.

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) de Goiás informou que o suspeito deve ser encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML). As buscas começaram no dia 9 de junho, após o crime no DF. Na fuga, Lázaro roubou um carro e foi para a cidade de Cocalzinho de Goiás, a 80 km de distância. Desde então, foi perseguido pela força-tarefa policial pelas matas da região.

Drones, helicópteros, rádios comunicadores e até um caminhão com uma plataforma de observação elevada de videomonitoramento ajudaram nas operações.

 

Uma operação da Polícia Federal prendeu seis pessoas na manhã desta terça-feira (15) nas cidades de Eunápolis, Porto Seguro, Vitória da Conquista e Salvador. Entre os detidos estão os ex-prefeitos José Robério e Cláudia Oliveira, de Eunápolis e Porto Seguro respectivamente. 

A operação, chamada de Fraternos e inicada em 2017, investiga uma organização criminosa responsável por fraudar e desviar cifras milionárias em licitações fraudulentas nas cidades de Porto Seguro, Eunápolis e Santa Cruz Cabrália. As fraudes teriam ocorrido entre os anos de 2008 a 2017. 

Ainda na operação foi determinado o afastamento do cargo do atual prefeito de Santa Cruz Cabrália, Agnelo Santos (PSD). Também foi determinado o sequestro de bens e valores de cerca de 11 milhões de reais dos investigados.

Segundo nota da PF, "no curso da investigação ficou comprovado que o grupo se instalou inicialmente na Prefeitura de Eunápolis, expandindo-se nos anos seguintes para as prefeituras de Santa Cruz Cabrália e Porto Seguro". A Polícia Federal informa ainda que a organização criminosa criou mais de uma dezena de empresas de fachada em nome de parentes e simulou a disputa para vencer as licitações. (Metro1)

COMENTE, FALE, ASSISTA, ACOMPANHE...

Envie Suas sugestões para
73 8804-0588

Console de depuração do Joomla!

Sessão

Informação do perfil

Memória Utilizada

Consultas ao banco